Skip to content

OP&ED&OST – Série “Tales of” parte I

janeiro 29, 2010

Voltando com essa coluna, e dessa vez com um game, ou melhor, com a série de jogos “Tales of”, nada melhor que um serie que é praticamente um anime e que sempre traz “sucessos” pop para embalar essas historias.

Antes de começar vamos falar um pouco do que é “Tales of”, “Tales” é uma serie japonesa de action-rpg nos moldes de “Final Fantasy”, onde temos como características da série:

1. A série não é cronológica. Isso significa que os jogos não são continuações uns dos outros, salvo algumas exceções.

2. A história tende a ser bastante clichê, em ambiente medieval.

3. O sistema de batalhas em tempo real é a raiz da série, ganhando novas características a cada jogo.

4. Todos os jogos para consoles de mesa, com exceção de Phantasia (SNES) e Legendia, possuem multiplayer para até 4 jogadores, onde cada um controla um personagem diferente.

5. Gráficos nunca foram o lado forte da série.(se bem que as versões Wii e X360 estão bem bonitos)

6. A duração média dos jogos varia de 30 à 80 horas.

7. Os personagens são muito carismáticos e o modo como se relacionam garante profundidade aos mesmos.

8. Todos os jogos possuem cenas animadas estilo anime, assim como o character design, dando um feeling de “anime jogável”e abertura em anime com músicas-tema românticas.

9. Há uma tradição de que quase todos os jogos possuírem Character Design de Mutsumi Inomata ou Kosuke Fujishima, e uma parte das músicas é sempre composta por Motoi Sakuraba.

10. Há várias características que se repetem ao longo da série, como o New Game+ e Cameo Battles.

Como já disse bem ‘a la’ Final Fantasy, e como comentado no item 2, os jogos são bem clichê e muito ‘a la’ anime de 2ª linha mas sempre agradam o público otaku ^^ e devido a este fato nunca conseguiram o mesmo brilho de um Final Fantasy.

A série possui atualmente 14 jogos, sendo assim, vamos dividir essa matéria em 2 parte inicial quem sabe não faço mais parte como de um especifica para os Tales q eu tive a oportunidade de jogar ou até mesmo para  os próximo jogos da série.Irei comentar os jogo meio fora de ordem “cronológica” de lançamento, então vamos logo ao que interessa né ? A OST de cada jogo:

Tales of Phantasia

Lançamento: 15 de Dezembro de 1995
Plataforma(s): SNES, PSX, GBA, PSP
Duração média: 30 horas
Equipe: Wolf Team/Team Symphonia
Character Designer: Kosuke Fujishima
Música-tema: Yume de Owaranai (YO-MI)

Um musica bem legal, bem ao estilo da década de 90, aquele pop romântico típico da época, aliás hoje não vemos mais cantoras assim. Sem mais o que comentar pois YO-MI não é algo que eu conheça muito.

Tales of Destiny

Lançamento: 23 de Dezembro de 1997
Plataforma(s): Playstation
Duração média: 35 horas
Equipe: Wolf Team/Team Destiny
Character Designer: Kosuke Fujishima
Música-tema: Yume de Aru Youni (DEEN)

Eu adorei essa musica ainda por ser algo J-rock/Folk, menos melosa que a do Phantasia, e eu achei que combinou bem mais com o jogo. Sem contar que o DEEN é uma banda mais famosa do que YO-MI e ainda está na “ativa”.

Tales of Eternia
(conhecido nos EUA como Tales of Destiny II)

Lançamento: 30 de Novembro de 2000
Plataforma(s): PSX, PSP
Duração média: 35 horas
Equipe: Team Destiny
Character Designer: Mutsumi Inomata
Música-tema: Flying (Garnet Crow)

Garnet Crow é um banda bem lado B, mas tem muitos fãs porque é uma banda mais artística do que comercial (ou assim eles dizem, porque “fazer” música-tema para jogos, ao meu ver, é BEM comercial). Flying é uma musica bem Garnet mesmo e junto com o video não me empolgou tanto para jogar o jogo como outras OP de tales.

Tales of Destiny 2

Lançamento: 28 de Novembro de 2002
Plataforma(s): PS2, PSP
Duração média: 40 horas
Equipe: Team Destiny
Character Designer: Mutsumi Inomata
Música-tema: Key to My Heart (Mai Kuraki)

Uma música um tanto quanto… experimental, o legal da escolha da Mai Kuraki é que ela era uma “diva pop” da década de 90, mas essa música  faz parte da discografia dela depois do ápice da carreira. Do mesmo jeito que Flying não conseguiu me empolgar de jogar, essa também não conseguiu, talvez um pouco mais do que a outra ^^.

Tales of Symphonia

Lançamento: 29 de Agosto de 2003
Plataforma(s): GCN, PS2
Duração média: 60 horas
Equipe: Team Symphonia
Character Designer: Kosuke Fujishima
Música-tema: Starry Heavens (Day After Tomorrow) / Soshite Boku ni Dekiru Koto (Day After Tomorrow)

Versão GC

Versão PS2

SUPER MISONO, não tão diva como a sua irmã, mas é uma ótima cantora. Eu curti muito mais a música na versão PS2 (mais nova) que é praticamente um remix um pouco mais rock. Sobre o jogo, ele foi muito comentando no Wii por ser em 3D(a serie antes era 2D) e por ser um dos pouco Tales que teve versão EUA (pena que não teve versão EUA para o PlayStation) e um dos pouco RPGs no GC (ainda mais se comparado com a lista de J-RPGs no PS2).

Tales of Rebirth

Lançamento: 16 de Dezembro de 2004
Plataforma(s): PS2, PSP
Duração média: 40 horas
Equipe: Team Destiny
Character Designer: Mutsumi Inomata
Música-tema: Good Night (Every Little Thing)

Comentavam muito dessa versão do “Tales”, falando que ela tinha uma versão mais sombria,  pelo vídeo deu pra sentir esse clima mais pesado,  e a música é muito legal, feita por uma banda bem conhecida no ramo de animesong e considerada parte do mainstream Pop Japonês, o Every Little Thing, que lançou um best-album recentemente.

E nossa tour musical pela série “Tales” para por aqui hoje, deixarei os jogos que eu conheço mais para a 2ª parte, até porque assim eu tenho tempo de dar uma revisada neles ^^.

Fontes: Start Select, Youtube, Wikipedia, Google.

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. janeiro 29, 2010 2:40 am

    Muito bom relembrar os velhos tempos ^^

    Essa série “Tales Of” é bem única pelo sistema de batalha em tempo real que parece um jogo de luta.

    Me lembro de ter jogado o Tales of Phantasia pro SNES faz um tempão, um super clássico, excelente jogo!

    Gosto bastante desse estilo dos gráficos de anime do Tales, apesar de nunca ter assistido o anime deles hauauhau.

    Flying do GARNET CROW é uma música bem velhinha mas boa!

    Ainda tem outros que eu joguei que deve tá na parte 2 do post hehe que seria o Tales of Legendia e Tales of Vesperia (esse é bonitão, do x360).

    • sasukerk permalink
      janeiro 29, 2010 4:50 am

      Eu to pensado em fazer um post soh pra o Vesperia pq eu jogue ele inteiro ^^ e pro Grace tmb(ou dividir um post com os 2).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: